Caro operador do Direito, sinto lhe informar, mas o simples fato de ter o diploma em mãos não é garantia de sucesso no mercado de trabalho jurídico. Explico. 

Em que pese o curso de Ciências Jurídicas seja um dos mais tradicionais em nossa sociedade, fazê-lo, mesmo que bem-feito, não é sinônimo de realização profissional. Nosso país, além de contar com, aproximadamente 1.500 instituições de ensino jurídico, somava, em 2019, 1,1 milhão de advogados em meio a 210 milhões de brasileiros. Significa dizer que, a cada 190 pessoas, havia um advogado

Concluímos, portanto, que sim, o mercado jurídico está saturado. Mas então, o próximo questionamento a se fazer é: como alcançar o sucesso numa seara tão concorrida?

Pois bem, o primeiro passo é não ignorar a realidade. Os dados evidenciam o inchaço na área do Direito, assim, se destacar nesse nicho está longe de ser uma tarefa fácil. Desse modo, busque qualificação técnica constantemente! Tornar-se um especialista será crucial para separar você dos demais.

> Conheça as Especializações Presenciais da FMP

Contudo, apenas especialização não basta, afinal, quantos bacharéis em Direito se formam por ano? É preciso ir além. 

Estamos vivendo um período de transformação digital e cultural. As habilidades ora exigidas há 15 ou 20 anos atrás não são as mesmas de hoje. O que as empresas e a sociedade buscam hoje em um profissional do Direito? 

Faço o exercício inverso: quais atributos você gostaria que seu advogado tivesse? 

Responsabilidade, ética, agilidade, transparência, empatia, senso de liderança, comunicação assertiva, organização e criatividade certamente são algumas variáveis que virão à sua mente. São justamente esses quesitos que quem está ingressando nesse mercado precisa dominar.

A especialização do profissional do Direito não deve ser apenas técnica. Precisamos romper a barreira analítica presente no universo jurídico e buscar nos conectarmos com as necessidades de uma civilização que está em constante transformação. 

Para além de uma boa petição ou sustentação oral, o mercado exigirá capacidades que estão interligadas com o novo modelo de economia que vivemos. Logo, pensar em sucesso neste nicho sem dominar, mesmo que minimamente, expertise digital ou até mesmo de negociação, por exemplo, é inviável. 

Parafraseando o economista e filósofo austríaco Friedrich Hayek: “o conhecimento está disperso na sociedade”. Assim, coloque-se em uma posição de eterno aprendiz e busque por mais e mais conhecimento, seja através de uma Pós-graduação, de Cursos ou Idiomas – certamente, isso aproximará você do sucesso profissional.

Conteúdos relacionados

link whatsapp