Organizadores

KARINA SARTORI FLORES

Data: 06 de dezembro de 2018
Orientador: Dr. Francisco José Borges Motta – FMP
Banca: Dra. Raquel Fabiana Lopes Sparemberger – FMP
Dra. Daniela de Oliveira Pires – UFRPR (via sala de conferência) 

RESUMO
 
O presente trabalho aborda a linha de pesquisa sobre as tutelas à efetivação de direitos públicos incondicionados, tendo por objeto essencialmente a análise da tutela penal dispensada à efetivação dos direitos da mulher vítima de violência doméstica, tendo como intuito a demonstração da ineficácia do Direito Penal em promover a proteção das mulheres, sustentando-se, portanto, a utilização de meios alternativos propostos na justiça restaurativa, especificamente a mediação de conflitos como instrumento que atenta aos reais interesses envolvidos. Para esse fim, será utilizado como método de abordagem o hipotético-dedutivo, demonstrando de forma histórico-crítica os direitos reconhecidos às mulheres de forma geral, prosseguindo sobre os avanços e retrocessos da legislação brasileira com relação à proteção da mulher na esfera privada, especificamente quando vítimas de violência, argumentando sobre a ineficácia das medidas atreladas ao Direito Penal e adequando a hipótese da mediação de conflitos ao priorizar os interesses da mulher sobre os mandamentos estatais. A resolução do tema abordado ocorre através de pesquisas doutrinárias e jurisprudenciais, acompanhadas de estatísticas publicadas com referência às agressões voltadas para as mulheres.
 
Palavras-chave: Direito Constitucional. Direito Penal. Direitos das Mulheres. Justiça Restaurativa. Mediação de conflitos.


Dissertações Mestrado Turma 2017

Conteúdos relacionados

CONVENÇÕES PROCESSUAIS NAS AÇÕES COLETIVAS

Data: 26 de novembro de 2020Orientador: Prof. Dr. Handel Martins Dias – FMPBanca: Prof. Dr. Francisco José […]

ESTADO DE DIREITO, JURISDIÇÃO E PROPORCIONALIDADE

Data: 29 de novembro de 2018Orientador: Dr. Anizio Pires Gavião FilhoBanca: Dra. Raquel Fabiana Lopes Sparemberger – FMPDra. […]

AMPLA DEFESA E PLENITUDE DE DEFESA: a colisão normativa e a restrição de direitos fundamentais diante dos artigos 478 e 479 do Código de Processo Penal.

Data: 03 de abril de 2018Orientador: Prof. Dr. Anizio Pires Gavião Filho – FMP/RSBanca: Prof. Dr. André Machado […]

DIREITO HUMANO À COMUNICAÇÃO: O DESAFIO DA DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA DE MASSA NO BRASIL

Data: 28 de novembro de 2019Orientador: Dra. Maren Guimarães TabordaBanca: Dra. Raquel Fabiana Lopes Sparemberger – FMP | Dra. […]

link whatsapp